PURA SORTE! As 10 Pessoas Que Sobreviveram a Acidentes Incríveis.

Apesar do uso da palavra “sorte” no título deste artigo, vamos ser honestos e frisar que o contrário da premissa é verdadeiro. A seleção mostra uma série de imagens de pessoas que tiveram muito azar. Ou sorte?

De qualquer forma estamos falando de 10 casos de pessoas que sobreviveram a acidentes incríveis. Temos pessoas com dois acidentes na bagagem, outros com vários acidentes de raios. Quem diz que o raio não cai duas vezes no mesmo lugar?

Veja algumas histórias, como a do professor de música croata, Frane Selak que teve sua primeira experiência de “quase morte” em janeiro de 1962, quando pegou um trem e o mesmo descarrilou, matando 17 passageiros. Ele conseguiu escapar apenas com um braço quebrado.

Um ano mais tarde, sofreu um acidente de avião, acordando alguns dias mais tarde no hospital com pequenas lesões. Em 1966, o ônibus em que Selak estava caiu em um rio e matou 4 pessoas. Selak saiu ileso, passando ainda por mais 3 acidentes de carro. Isso é sorte?

Veja o caso do Russo Bugorski. Ele era o responsável pelo trabalho com o maior acelerador de partículas soviético. E, em 1978, enquanto verificava uma avaria em uma peça do equipamento recebeu o impacto de um feixe de luz de 200.000 rads que atravessou seu cérebro, corroendo ossos e tecidos cerebrais. Ele sobreviveu, mas ficou surdo e com o lado esquerdo do rosto paralisado.

O funcionário de uma linha férrea, Truman Duncan teve sua experiência de quase morte quando caiu na frente de um trem em movimento. O trem o arrastou por alguns metros cortando suas duas pernas.

Embora tenha perdido um rim e as duas pernas, Duncan ainda conseguiu ligar de seu celular para os paramédicos. Ele ainda esperou 45 minutos pelo socorro e já foi exposto a mais de 23 cirurgias.

Duas vezes no mesmo dia é muito azar! Ele pegou duas caronas de ambulância na noite passada, disse a polícia. Trata-se de uma extrema esquisitice um sujeito ser atropelado por um carro e 7 horas depois ser atropelado por um trem.

Entretanto, foi isso mesmo que aconteceu com Robert Evans, após ser atropelado por um carro. Ele voltava do hospital, caminhando sobre a linha do trem, quando um comboio passou ao seu lado em alta velocidade e uma grade o atingiu.

Ele voltou ao hospital com ferimentos graves, porém, sua sorte mais uma vez o ajudou a sobreviver! Por isso é que questionamos se isso tudo é realmente sorte!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars Votos: 2 (3,00 em média, total de 5)
Loading...

Leave a Reply